Em entrevista ao DAZN, o lateral francês destacou a importância de sair do Real Madrid para ele e seu ex-companheiro de time, o marroquino Achraf Hakimi

Em entrevista ao DAZN, Theo Hernández analisou o crescimento de seu desempenho no Milan e avaliou que sua saída do Real Madrid, assim como a de Hakimi, fez bem a ambos: “Jogavámos pouco no Madrid e o melhor para nós dois foi sair”.

Contratado pelo Real Madrid em 2017 e vendido ao Milan em 2019, Theo vem sido destaque do clube rossonero e acumula 5 gols e 6 assistências em 29 jogos na atual temporada, além de apresentar uma nota média de 6,9 no Sofascore: “Tanto Achraf como eu jogávamos pouco no Madrid e o melhor para nós dois foi sair”, afirmou o francês.

“Se você está lá e não joga, não está feliz e não tem as oportunidades que quer. Fizemos o melhor que pudemos e agora estamos aqui em Milão”, finalizou. Hernández disputou 23 jogos, com 3 assistências e nenhum gol em toda a sua passagem pelo Real Madrid.

Achraf Hakimi, canterano do Real Madrid e agora jogador da Inter de Milão, foi usado como exemplo por Theo Hernández sobre a saída fazer bem a alguns jogadores. O ala marroquino também vem fazendo boa temporada pelo time comandado por Antonio Conte e tem 6 gols e 6 assistências em 30 jogos, indo em contrapartida à sua passagem no Real Madrid que conta com apenas 17 jogos, 2 gols e uma assistência.

Ao fim da entrevista, Theo disse que espera uma possível convocação pela Seleção Francesa e negou qualquer possibilidade de atuar pela Espanha: “O que tenho que fazer é trabalhar todo dia e esperar a convocação. Não me sinto espanhol, sou francês. É verdade que vivi na Espanha quando era criança, mas isso não significa nada. Nasci na França, minha família está na França e sou francês”.