Primor: Excelência; característica do que é superior; em que há perfeição. Delicadeza; excesso de apuro ou perfeição na realização de alguma coisa: todo seu trabalho deverá ser realizado com primor. O que ou aquilo que demonstra, em elevado grau, uma ou muitas características favoráveis. Guarde esses significados, você precisará deles mais adiante.

Dezesseis anos, dois meses e dois dias. Esse foi o tempo que o Real Madrid esperou para ver a maior estrela das categorias de base do clube brilhar. Foi em um 1 de maio em jogo válido pela Liga ACB, faltava apenas 1 minuto e 28 segundos para o término da partida quando Pablo Laso, técnico do Madrid, chamou Luka Dončić para o jogo e logo em seu primeiro toque na bola ele fez uma maravilhosa cesta de três pontos. Depois daquele jogo, Luka não saiu de nenhuma convocatória e até chegou a jogar uns minutos em partidas de play-offs da liga.

El Niño Maravilla encantou os aficionados madridistas, que não paravam de pedir para ver o garoto por mais minutos em quadra. Nas redes sociais eram só elogios: “Adoro assistir Doncic jogar. Tem uma maturidade incrível para a sua idade. Incrível”, comenta uma internauta merengue. O técnico madridista não tardou a perceber que aquele garoto ia ser grande, e na temporada seguinte o chamou para o time principal de uma vez por todas.

Logo em sua primeira temporada sendo um dos 12 do primeiro elenco, Doncic superou todas as expectativas – que já eram altas – que tinham sobre ele. Laso, vendo que já não era mais uma promessa, resolveu dar cada vez mais minutos ao garoto. “Vendo a confiança de Laso em Doncic, eu adoro isso. E Doncic responde a ela. Grande partida do esloveno” mais um torcedor comentou. Naquela temporada foram 51 jogos disputados e 218 pontos anotados por Luka, e dois títulos conquistados: A Liga ACB, e o Intercontinental de basquete (que inclusive, foi realizado aqui no Brasil).

Veio então 2017/2018, a temporada mágica que Luka Doncic nos proporcionou. O esloveno liderou o Real Madrid por toda temporada, foi top três de todas as estatísticas ofensivas do time. O mais jovem MVP da Euroliga, 15 pontos, 3 rebotes e 4 assistências no Final Four (Semifinal da competição) BAM! Mais um MVP – agora das semifinais -. 993 Pontos em 70 jogos. Três títulos, 3 MVP’s. E após conquistar a Europa, o garoto de 19 anos decidiu que já era a hora de rumar para solo americano. Foi em junho de 2018 que se tornou a escolha 3 da rodada 1 do Draft da NBA. Escolhido pelo Atlanta Howks, que não tardou em usá-lo em troca por Trae Young com o Dallas Mavericks.

Luka comemora triunfo do Real Madrid nos playoffs da Liga Endesa. FOTO: Real Madrid/Reprodução

Em sua primeira temporada jogando a NBA, Halleluka mostrou ao que veio. 72 Jogos disputados, com média superior a 21 pontos, 7 rebotes e 6 assistências por jogo. 24 Duplo-Duplos, 8 Triplo-Duplos. Temporada de estreia. O que eu posso dizer? Luka Doncic demonstra, em elevado grau, uma ou muitas características favoráveis. Primordial. Novato do ano, com números parecidos com os de LeBron James e Michael Jordan – que para muitos são os dois maiores da história da liga – . De 100 votos, 98 foram para ele. “Toda vez que tiver chance vou exaltar esse cara. Ele nasceu pro jogo, ele brinca de jogar basquete. Ele brinca nas quadras, ele tem uma inteligência absurda e uma leitura fora do normal. Ele é fenômeno. Luka Doncic. Novato do ano. É sacanagem”, comenta internauta.

Doncic é aplaudido de pé pelos fãs do Dallas Mavericks. FOTO: Mavs/NBA

Chega então essa temporada (2019/2020), e o esloveno até agora é o quarto jogador com maior média de pontos por jogo, o terceiro com maior média de assistências por jogo, Luka também lidera com o maior número de Triplo-Duplo: Já são 12 em 39 jogos, além de ter 27 Duplo-Duplos. Excelência; característica do que é superior; em que há perfeição. Na lista de quem fez triplo-duplo com mais de 30 pontos nessa temporada, Doncic lidera com 9. O segundo colocado LeBron James, tem apenas 3. São 4 jogos com média superior a 25 pontos, 10 rebotes e 15 assistências. Existem jogadores e portais que acreditam que ele possa ser eleito o MVP dessa temporada, logo em seu segundo ano na liga. “No momento, ele é sem dúvidas o MVP da liga.” – Damian Lillard, jogador do Portland Blazers.

Luka, durante partida da NBA. Foto: Mavs.

No ultimo dia 23 saíram os times titulares do All Star Game, e para a surpresa de muitos (ou não) El Niño Luka será titular, ele jogará ao lado de nomes como LeBron James, James Harden, Kawhi Leonard e Anthony Davis. Será que veremos Luka e LeBron juntos? Contra eles já jogaram e a estrela do LA Lakers encheu o garoto de elogios: “Obviamente, ele é um grande talento jovem. Adoro o jogo dele, sua capacidade de criar não apenas arremessos para si; ​​mas vocês sabem que eu amo o fato de ele conseguir ótimas assistências para seus companheiros de equipe.” “É nisso que eu vivo, é nisso que sempre acreditei, e ele (Doncic) apenas joga o jogo da maneira certa.

A trajetória desse garoto na NBA já é enorme, e ele tem tudo para se tornar o maior estrangeiro da história da liga e caminha a passos largos para isso. O madridismo está com ele e está o assistindo mesmo de longe. Torcendo para que a carreira dele dê certo é torcer para o certo.

Doncic está há apenas alguns passos de se tornar o MVP mais novo da história da NBA. E por hoje é só. Voltarei aqui quando esse garoto tiver um anel no dedo para dizer: Eu avisei.