Ancelotti não poupou ninguém ao longo da coletiva e principalmente Hazard, que não consegue a titularidade e amarga com lesões

Carlo Ancelotti não garantiu a permanência de Eden Hazard para o restante da temporada no Real Madrid, nesta sexta-feira (29), e deixou claro que se algum jogador quiser sair, não estará sendo forçado a ficar no clube.

Além disso, questionado em sua entrevista coletiva, o treinador ressaltou que em toda a sua carreira na beira do campo, nunca forçou nenhum jogador a ficar quando esteve insatisfeito ou abaixo do rendimento.

“Nunca na minha carreira de técnico forcei um jogador que quer sair e ficar. Duvido disso. Se um jogador quer sair, ele vai sair. Não há muita dúvida sobre isso”.

Agora, sobre o confronto contra o Elche neste sábado (30), Ancelotti espera que sua equipe consiga finalizar as jogadas da melhor maneira e convertendo em gols, principalmente em defesas que atuam recuadas.

“Temos de trabalhar na parte ofensiva. Finalizar melhor, mas isso significa posicionar-nos melhor, colocar mais jogadores, mover mais sem bola… Temos que trabalhar isso e pode ser melhorado, sim”.

Confira mais trechos da coletiva:

O desgaste e o pouco descanso que sua equipe tem: “Nos preparamos para o jogo sabendo que o aspecto físico não é o fator determinante, mas com a ideia de continuar com esse compromisso e jogar bem. Queremos fazer bem a partir de um ponto de vista técnico e estratégia”.

O sistema de jogo que melhor se adapta à equipe: “Estou convencido de que é o sistema em que os jogadores se sentem mais confortáveis. Pode ser que haja jogos em que mais um avançado possa ser útil na área para o Benzema”.

Luka Modric: “Ele treinou bem e vai jogar. Não jogou contra o Osasuna porque estava carregado e teve alguns desconfortos”.

Está abusando de Vinicius?: “Não, Vinicius é muito jovem e se recupera melhor que os outros. Fisicamente, no dia que ele não estiver bem ou não mantiver o nível de forma, ele vai para o banco.”