Kosovare Asllani é madridista até a medula. Nunca escondeu de ninguém sua paixão pelo clube merengue. Entusiasmo é tanto que ela se tornou a primeira contratação da equipe feminina do clube. De viagem com a Seleção da Suécia, dois meses depois de conquistar a medalha de bronze na Copa do Mundo da FIFA 2019, a atacante falou com a Sveriges Television, a SVT, sobre o desafio de vestir blanco.

“Estamos nas mesmas instalações de treinamento da equipe masculina, assim já vamos convivendo com todos envolvidos no clube” disse a atacante que foi a primeira contratação do Tacón como reforço para disputar a Liga Iberdrola. O clube se converterá em Real Madrid como marca oficialmente no dia 1 de julho de 2020. “Você percebe que faz parte de um grande clube com a resposta que recebe dos fãs. Eu fui a primeira a assinar e houve muita resposta nas redes sociais, recebi muito incentivo. Você percebe que os fãs do Real Madrid são incríveis, eles sempre acompanham tudo do clube”.

Mas defender essa camisa não é só um mar de rosas. A responsabilidade é grande e Asllani sabe bem disso. “Nossos jogos são transmitidos na TV Real Madrid, há uma pressão. Você deve tirar proveito dos benefícios masculinos. O Real Madrid está montando um time, quer lutar por títulos, mas isso levará tempo”, declarou a jogadora.

Sobre a parceria com Sofia Jakobsson, com quem divide o ataque na seleção e agora também no clube, Koso falou com entusiasmo da conexão delas em campo. “Fia (apelido que dá a Sofia) e eu tivemos uma química durante a Copa, isso se desenvolveu ainda mais na equipe (Tacón/Real Madrid). Quase todos os gols que marcamos são por causa do trabalho em equipe. Nós nos conhecemos bem. Vamos liderar o ataque tanto na equipe nacional quanto no Tacon, isso é divertido”.

Antes de terminar a entrevista a atacante explicou que chegou a jogar uma partida ainda lesionada – o primeiro tempo do amistoso contra o Sevilla disputado em Valdebebas. “Joguei uma partida antes de operar, mas usei uma proteção que o clube me recomendou para evitar pioras”, contou.