O goleiro do Real Madrid, Thibaut Courtois reconheceu que, diante de equipes que se fecham muito, eles precisam melhorar a forma como atacam

Em entrevista neste domingo (19), após o empate contra o Cádiz CF em jogo referente ao Campeonato Espanhol, o goleiro Thibaut Courtois atendeu aos microfones depois da partida.

Além de ter destacado as complicações que a equipe madridista teve diante do time andaluz, o belga ressaltou que os rivais, dado o nível mostrado pelos brancos, “não virão com as portas abertas” para permitir que eles corram e façam o jogo alegre que Ancelotti e sua equipe gostam.

Em suas declarações, Courtois também analisa a sua atuação pessoal e a coletivamente, e admite que a equipe tem mostrado uma melhora na defesa, visto que os jogos anteriores em que o time conseguiu os clean sheets foram contra equipes muito competitivas.

Confira abaixo outros os trechos da coletiva de imprensa:

Frustação em não marcar: “Foi um jogo difícil, pois eles defenderam bem. Se você não marcar o gol, como aconteceu contra o Osasuna ou o Xerife é frustrante. Estamos jogando bem e assim os rivais não virão com as portas abertas. É algo que temos que melhorar para vencer esse tipo de confrontos”.

Sobre o empate: “O saldo é positivo. Fizemos partidas muito difíceis. É uma pena não ter vencido hoje para colocar mais pressão sobre os rivais. Deixamos alguns pontos em casa, contra o Villarreal, e contra o Osasuna ou agora o Cádiz que são um pouco mais frustrantes”.

Evolução defensiva: “Estamos defendendo melhor. No início, tivemos azar com os gols sofridos, contra Alavés, Elche, Barcelona… Estamos defendendo bem e muitos desses lençóis limpos têm sido contra equipes muito competitivas”.

Análise individual: “Muito bom, eu treino muito bem. Eu me sinto bem e isso mostra. Eu não tinha muito trabalho, mas é importante estar lá quando eles precisam de mim. Na quarta-feira em Bilbao haverá mais trabalho e espero continuar sem sofrer gols”.