O Real Madrid conquistou sua primeira vitória no ano de 2019 no Campeonato Espanhol. Após começar o ano com empate, e em seguida derrota, o Madrid voltou ao rumos das vitórias neste domingo (13) contra o Real Betis no Benito Villamarín por 1-2, com gols de Luka Modric e Dani Ceballos.
A equipe somou mais três pontos e subiu para a quarta colocação da La Liga, com 33 pontos.
 

RESUMO

PRIMEIRO TEMPO
A novidade da partida contou por um esquema tático diferente apostado por Santiago Solari. O técnico argentino surpreendeu e mandou 3-5-2 a campo com: Navas; Varane, Ramos, Nacho; Casemiro, Valverde, Modric, Reguilón, Carvajal; Vinicius JR e Karim Benzema.
O primeiro tempo do Real Madrid foi positivo, o time criava as oportunidades com os espaços deixados pela equipe do Betis e se aproximava do gol.
Aos 13 minutos, o Real Madrid desceu com velocidade pelo lado direito com Carvajal, que puxou a perna esquerda e chutou em cima do defensor do Betis, a bola sobrou e Modric pegou um grande chute de esquerda, marcando um golaço.

gettyimages-1093725398-612x612

Luka marcou um grande gol. (Reprodução/Getty Images)


O Real Madrid era melhor na partida, controlava o jogo e chegava em contra-ataques. Chegou mais uma vez pela direita, onde a bola foi rolada para Vinicius JR dentro da área, o brasileiro que fez boa partida, porém, chutou fraco e ficou fácil para Pau López.
A equipe merengue poderia ter saído do primeiro tempo com mais gols. Em passe espetacular de Vinicius JR em contra-ataque, Valverde foi lançado e ficou com um corredor á sua frente, porém o uruguaio não chutou nem tocou e foi desarmado pelo zagueiro do Betis.
A tristeza da primeira parte ficou por conta da lesão de Karim Benzema no dedo da mão, onde em disputa, o francês acabou levando a pior. O jogador não voltou para a segunda etapa.
gettyimages-1093691728-612x612

Karim teve que sair devido a lesão. (Reprodução/Getty Images)


SEGUNDO TEMPO
Na segunda etapa, com a saída de Benzema (Cristo do Castilla entrou), o Real Madrid sentiu muito sua falta e perdeu poder ofensivo. O que foi visto na intensidade dos donos da casa que chegava muito mais ao ataque e incomodava.
A equipe merengue sofria, e o Betis ficava cada vez mais perto de igualar a partida. Até que aos 67 minutos, Giovani Lo Celso enfiou uma linda bola que passou pela defesa do Madrid, em que Sergio Canales colocou por debaixo das pernas de Navas e empatou a partida. O lance gerou polêmica por um possível impedimento de Canales; o VAR revisou e assinalou gol.
gettyimages-1081998836-612x612

Canales marcou e foi para a torcida. (Reprodução/Getty Images)


O Madrid passava por maus bocados e não conseguia atacar ao adversário. Logo, Solari resolveu mudar. Primeiro, promoveu a entrada de Dani Ceballos no lugar de Reguilón, o que provocou uma mudança de esquema tático. Depois, tirou Fede Valverde e colocou Brahim Díaz, recém chegado na equipe. Santiago tinha Isco e Marcelo no banco, mas optou por outros.
A partida ia se aproximando ao fim, com tudo muito aberto, até que Casemiro recuperou uma bola no meio e arrancou chegando a entrada da área do Betis e sofrendo falta. Uma grande oportunidade surgia. E aos 88 minutos, Dani Ceballos formado no Real Betis foi para a cobrança e marcou um belo gol, decretando o resultado final. O jogador em respeito ao seu antigo clube não comemorou, apesar de ter sido muito vaiado.
gettyimages-1093713156-612x612

Momentos antes da glória acontecer. Ceballos marcou. A lei do ex é infalível. (Reprodução/Getty Images)


gettyimages-1093713048-612x612

Dani não comemorou. (Reprodução/Getty Images)


O Madrid respirou e segurou a partida até o juiz apitar. Uma vitória importante, que fez a equipe subir na tabela e chegar a quarta colocação com 33 pontos.