Florentino Pérez resolveu dar ao meio campista croata, Luka Modrić, o direito de decidir se quer encerrar o contrato antes de 2021 ou não.

Luka Modrić terá o poder de decisão sobre sua permanência no clube merengue para a próxima temporada. O croata tem contrato vigente até junho de 2021, quando já estará a praticamente dois meses de completar 36 anos.

Muito se especula sobre o destino de um dos nomes mais adorados pela torcida do Real Madrid na última década. Em 2018, quando muito se falava sobre o desfecho do triunfo do clube tricampeão da Champions League, seu nome foi mencionado como uma das possíveis saídas, sendo alvo de muitas notícias. Um dos clubes que foram a fundo por sua contratação é a Inter de Milão. Contudo, Luka Modrić ficou em Madri.

Sua última renovação de contrato foi em 2016, quando assinou por mais quatro anos com o clube, com a data de encerramento para o dia 30 de junho de 2020. Porém em 2019, Florentino Pérez deu a ordem de que Luka Modrić pudesse extender por mais um ou dois anos. E assim foi feito, seu contrato foi extendido para mais um ano novamente, com data para 30 de junho de 2021.

No mesmo ano voltou o ciclo de rumores sobre uma possível ida sua para o mesmo clube que tinha forte interesse em sua contratação em 2018, a Inter de Milão. Muitos enxergaram como certo o seu adeus ao clube a qual está por oito anos, até mesmo por conta da temporada 2018-2019 que não rendeu muitos elogios ao elenco do Real Madrid de forma geral.

Durante todo esse processo de extender contrato, ir ou não para outro clube e baixo rendimento na temporada que veio depois dos três anos seguidos de glória madrilenha, muito se foi cobrado do jogador por conta de ter ganho muitos prêmios individuais, incluindo o de melhor do mundo, e também sua máxima performance pela sua seleção nacional durante a Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

Quando a temporada mudou e Zinedine Zidane retornou ao comando técnico do Real Madrid, Modrić fazia parte dos nomes mencionados com o questionamento de se retornaria à uma boa forma. Foi alvo de muitas críticas ainda no início da temporada atual, 2019-2020, por se lesionar duas vezes com a sua seleção durante as qualificações para a Euro 2020. Chegou a ficar de fora por alguns jogos sendo banco para o jovem uruguaio de apenas 21 anos, Federico Valverde, e com isso os comentários sobre ter perdido o lugar e a falta de forma se intensificaram.

Mas, Luka Modrić, deu a volta por cima. Após retornar de sua segunda lesão e ser convocado para um jogo da fase eliminatória de qualificação para a Euro 2020 e um amistoso, decidiu que não iria para o segundo jogo, já que não era de tanta importância. Voltou para Madri e focou em sua recuperação, reconquistando o carinho da torcida e seu espaço. Se tornou novamente um dos jogadores mais importantes para Zidane.

Agora o assunto envolvendo seu nome é se estará pronto para ir embora do Real Madrid para outro clube ou se encerrará sua carreira perto de completar 36 anos, uma idade a considerar. Se tornou praticamente uma dúvida sem muitas clarezas por conta da idade em questão.

Recentemente um de seus amigos próximos, o ex jogador, Pedja Mijatovic, disse: “Eu vejo Luka Modrić aqui no Real Madrid. Ele está feliz aqui, nós conversamos bastante. Ele tem mais um ano de contrato, falei com ele e ele está mentalizado para estar aqui no próximo ano”. O que deixou a entender que sua intenção é encerrar o contrato no clube.

Luka Modrić terá muito o que pensar. Sua permanência poderá dar forma ao retorno de Martin Ødeegard, seu tempo como profissional e toda a carga que tem com o Real Madrid podem influenciar muito o jovem norueguês que vêm tendo partidas brilhantes como jogador emprestado ao Real Sociedad. Também vale ressaltar que quando a temporada com o clube acabar se iniciará a Euro 2020 e a seleção croata estará na competição europeia.

São vários pesos e cada um com sua medida, o clube espera uma decisão em junho, como capitão deve ir focado para mais uma importante sequência de jogos com a sua seleção nacional e também precisa considerar que talvez seu momento de deixar os gramados pode estar mais próximo do que parece, já são 19 anos desde que assinou com o Dínamo Zagreb, o primeiro clube.

Marcações: