O técnico do Real Madrid Zinedine Zidane, concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (21). O treinador falou sobre a partida desse final de semana contra o Levante, sobre a semana de Champions, e sobre Sergio Ramos, Rodrygo e Hazard. Confira a entrevista completa do treinador:

Jogo contra o Levante: “Eles são fortes em casa. Será um jogo difícil e teremos que estar preparados para fazer um ótimo jogo”.

Semana decisiva: “É o dia a dia desde o verão. Todo dia é importante. Não pensamos em nada além do próximo jogo. E o próximo é o Levante.”

Sergio Ramos e os Jogos olímpicos: “Se ele quiser, eu vou apoiá-lo. É uma coisa muito legal representar seu país nas olimpíadas”.

A semana negra do ano passado: “Você precisa se concentrar todos os dias para dar cem por cento. É o que controlamos. Chega o momento em que tudo é tocado, mas não olho para além de amanhã”.

As decisões: “Todos os meus jogadores são importantes, todos. Vivo com minhas idéias e sempre será assim. O que faço é uma paixão, nem todos podem dizer isso. Dou cem por cento todos os dias, no entanto. Eu posso estar errado. “

Ramos nunca esteve no banco: “Boa pergunta. É nosso capitão, nosso líder e nosso jogador de referência. Não estou interessado no banco. É muito importante para todos, não apenas para mim”.

Renovação de Ramos: “Eu sempre quero Sergio comigo. Eu o vejo bem.”

Qual seu plano com Hazard? “Não há nada com ele. Ele trabalhou duro e está preparado e quer jogar nesta reta final. Ele está preparado”.

Gols sofridos ultimamente: “Não estou preocupado, mas isso significa que nos últimos jogos fizemos um pouco pior. Não devemos arriscar de volta, porque com a bola temos muitos recursos para machucar o adversário”.

As ausências de Rodrygo nas convocatórias: “Ele não entrou nas últimas listas, mas sabemos que ele é um jogador importante. Mas quando todos eles existem, há uma ligação e nada mais. Ele é muito bom e seu lugar é aqui, mas eu tenho que escolher e é isso. complicado. “

Você não tem mais nada a provar? “O que faço todos os dias é dar cem por cento como treinador, não estou interessado em mais nada”.

Momento decisivo: “Agora vem o mais complicado e cada jogo será cada vez mais difícil. Sabemos a importância de tudo o que jogamos”.

Sterling e um futuro branco: “Não posso falar sobre um jogador que não é meu. Ele é um jogador muito bom, não tenho dúvidas sobre isso”.

Declaração de Mendy: “Eles precisam jogar sem pensar no que vai acontecer”.