Lorenzo Sanz, presidente do Real Madrid entre 1995 e 2000, faleceu neste sábado (21), vítima do novo Coronavírusestava internado há poucos dias por conta do contágio. Tendo em vista toda a importância de Sanz para a história madridista, o programa ‘Tiempo de Juego’ prestou homenagem ao ex-mandatário merengue e acionou alguns ídolos do clube para falar sobre ele.

Sanchís: “Sempre sabia o que acontecia no vestário, era uma pessoa muito próxima. Me mostrou desde o primeiro minuto que era uma pessoa direta”.

Morientes: “Tinha muita relação com o vestiário, sempre estava conosco. Minha relação com seu filho, Fernando, fez com que eu o conhecesse mais como pessoa. Ele podia ficar horas contando histórias do Real Madrid”.

Iván Campo: “Ele era o meu presidente, mas eu vivia sozinho no Madrid e me tratou como um filho. Cheguei a passar virada de ano em sua casa”.

Além dos ex-jogadores, Fernando Sanz, filho de Lorenzo, falou ao vivo ao programa sobre o falecimento de seu pai. “Estamos quebrados emocionalmente. Meu pai nunca quis acreditar o quão incrível que ele era, todos nós que estivemos com ele somos privilegiados”.

A presidente da Peña Tentacion Blanca também participou para relatar a importância que Sanz dava para as peñjas madridistas: “Com as peñas não houve e nunca haverá alguém como ele, mas também como pessoa dificilmente terá outro como ele”.