Em uma entrevista recente para o repórter Andre Linares, da ESPN, Rodrygo Goes explicou como foi decidido que ele seria um dos batedores dos pênaltis na final da Supercopa da Espanha contra o Atlético de Madrid e como foi importante o encorajamento que recebeu.

Após Zidane ter escolhido os quatro batedores, faltava apenas um para bater o segundo pênalti, foi aí que Kroos indicou Rodrygo: “O Kross me encorajou e disse que bato bem os pênaltis porque eu tenho treinado bem”.

Muitos jogadores dizem que aquela caminhada até a marca do pênalti é a parte onde o nervosismo mais se manifesta, mas com o jovem não foi assim. Ele disse que estava tranquilo e só se preocupou quando a bola subiu mais que o planejado: “Eu treinava o pênalti daquele jeito, mas um pouco mais baixo. Na hora eu tomei um susto, mas aí vi a bola entrando e a torcida comemorando. Deu aquele alívio”

Ainda na entrevista, o jogador contou sobre o seu convívio com Zidane e relatou o quanto ele o ajuda com seus conselhos e dicas, assim como o seu pai, ex jogador de futebol. Rodrygo realmente precisou de muita ajuda e conselhos de outros, já que foi muito jovem para Madrid atuar em uma das maiores equipes do mundo. Era tudo muito novo, incluindo o país, a cidade e o clube, coisas difíceis para um garoto lidar sozinho.

É aí que entra Vinicius Júnior, jogador que passou pelas mesmas coisa que Rodrygo um ano antes e poderia ajudar nessa nova jornada. Os jogadores já eram amigos no Brasil, porém, ao começarem a defender o mesmo clube na Europa essa amizade foi se transformando em algo além das quatro linhas. Rodrygo conta que Vini foi muito importante para ele, e por isso, ele quer ajudar Reinier da mesma forma que foi ajudado: “Quando tiver a oportunidade de falar com ele, vou passar aquilo que Vini me passou também”

Como o Real Madrid é repleto de brasileiros conhecidos como alegres e receptivos, ele não poderia deixar de dizer como são as resenhas no clube. “Nós cinco passamos o treino todo dando risada. Fica até ruim ir pra casa porque aí não vai ter essa resenha” Além disso, Rodrygo expôs como os brasileiros são unidos, mas que a diversão não fica só entre eles. Jogadores como James, Modric e Kroos também entram na brincadeira.

Mais sobre a entrevista, você pode acessar o site da ESPN para ver na íntegra: confira a entrevista aqui

Marcações: