O técnico do Real Madrid, Santiago Solari, analisou na sala de imprensa do Santiago Bernbabéu, a vitória contra o Alavés. O comandante merengue mostrou-se satisfeito com a partida de sua equipe: ”Vamos lutar por tudo até o final. Tomara que seja até o final do calendário e até as finais porque significará que teremos opções de ganhar. Hoje se viu fome por recortar pontos.”
O Madrid não se rende nunca e hoje demonstramos fome de recortar pontos, igual as semanas passadas. Sempre vamos sair para ganhar, além da matemática.”, complementou Solari.
O calendário
”Sempre tem jogo o tempo todo. Desde que que começa a temporada estão lutando pela Liga, Champions… E se chega a estas alturas nas competições que estão lutando por tudo. Conhecemos o calendário, temos muita experiência e sabemos encarar. Encaramos cada partida como uma nova e trato de eleger o melhor possível para ganhar a próxima partida.”
Vinicius JR
”Não vou te dizer a escalação do Clásico. Hoje fez uma grande partida e saiu ovacionado. Vem respondendo muito bem quando joga e nos treinamentos. Estamos apaixonado com sua chegada e sua projeção, sempre com o apoio dos jogadores maduros que lhe cuidam e aconselham.”
”Todas as tramas da temporada são decisivas. Porém, para nós o decisivo é sempre a próxima partida e encaramos com essa naturalidade e experiência que temos.”
Menos tempo de preparação para o El Clásico
”Não fazemos o calendário e não podemos pensar nele. Só pensamos em preparamos e em chegar no melhor possível.”
A posição de Bale
”Era difícil porque o Alavés defende muito bem, com seriedade, e nos exigiu muito. Havia pouco espaço. Na segunda parte mudamos as posições também para ver Vinicius pela direita. É verdade que Gareth se sentiu mais confortável na esquerda. Ter Gareth e Vinicius, como Marco, Mariano e os demais sempre é uma solução.”
Boas notícias
”As boas notícias são sempre bem-vindas, as que não queres ter são as más. Que todos estejam disponíveis, que Mariano marcou, que Asensio jogou, que Isco colocou uma bola fantástica no gol de Mariano… é sempre bom.”