Contente com a vitória, Ancelotti aproveitou para mandar um recado a Xavi Hernández

O Real Madrid derrotou o Athletic Bilbao por 2 a 0 neste domingo (16) em partida válida pela final da Supercopa da Espanha. Ancelotti respondeu algumas perguntas e, em tom irônico, falou sobre a posse de bola.

Vitória merecida? “Estou muito feliz, porque aconteceu depois de uma partida em que jogamos bem. Jogamos também de uma maneira diferente da que jogamos contra o Barcelona. Portanto, foi merecido”.

A posse de bola e sua crítica: “Hoje tivemos muita posse (riu)…jogamos muito bem. Mas no fim do jogo, caímos um pouco e lhes demos a chance de entrar no jogo. Courtois nos salvou de 10 minutos loucos no final”.

Grande partida de Rodrygo: “Vinícius estava mais cansado que Rodrygo, que fez uma grande partida com a assistência para o gol de Modrić. É um jogador muito bom”.

Sobre o controle do Meio-campo: “É simples, se Modrić, Kroos e Casemiro jogam bem, temos sempre o controle do jogo”.

Sobre o desempenho da equipe: “Soubemos ter uma boa saída de bola diante de uma equipe que marca muito alto e te pressiona desde o início da jogada. O Athletic encontrou dificuldades, por isso, o que fizemos foi eficaz.

A importância da vitória

Um Real Madrid camaleônico: “A partida de hoje me deixa tranquilo, porque era no aspecto defensivo que eu tinha mais dúvidas, mas fomos bem porque os jogadores entenderam o que tinham de fazer. Eles ganharam nem sei quantas copas e continuam tendo muito compromisso”.

Um novo caso Vinícius com Rodrygo? “Não acredito que o Rodrygo precise de mais confiança, dou as oportunidades porque ele merece. A competência entre os dois é muito boa -com Vinícius e Rodrygo- e ajudou muito a equipe. Hoje Rodrygo jogou muito bem no primeiro tempo, deu uma assistência e foi muito perigoso no ataque. Ele é muito jovem e vai melhorar”.

Considerações sobre as partidas da Supercopa: “Saímos como uma equipe que quer vencer nos dois jogos e que merece o título. Estivemos bem nos dois. Hoje o jogo nos exigia outro tipo estratégia. Controlamos muito bem as ações durante os 70 minutos que estivemos com a bola e também fomos bem na defesa. Pouco depois disso, relaxamos demais, mas é algo que pode acontecer. Foi merecido e estou feliz.

Sobre o peso dessa vitória: “Ganhar é a parte final do trabalho. Significa para quem te rodeia, que você fez um bom trabalho, porém, nem sempre é assim. Mesmo sem vencer, fiz um bom trabalho no Napoli e também no Everton. Mas, não ganhei nada relevante. Para as pessoas em geral, ganhar significa ter êxito. Hoje esse resultado mostra que vamos competir sempre, mas estar aqui, para mim, é uma sorte. É um orgulho treinar essa equipe, este clube. Vamos atrás de outros títulos”, concluiu.