Pular para o conteúdo

Enrique Riquelme abdica de concorrer e Florentino segue na presidência

FLORENTINO SERÁ REELEITO COMO PRESIDENTE DO REAL MADRID ATÉ 2025, SENDO O ÚNICO CANDIDATO ELEGÍVEL APÓS A DESISTÊNCIA DE ENRIQUE RIQUELME

Enrique Riquelme, mandatário espanhol de 32 anos, decidiu não apresentar sua candidatura para a presidência do Real Madrid. Em nota divulgada neste sábado (10), um dos motivos para retirar sua proposta estava na falta de apoio e força que ele imaginava ter em oposição a Florentino Pérez, que na terça-feira (13), dessa forma, terá sua reeleição confirmada para presidir o clube até 2025.

Em alguns trechos divulgados pelo empresário, Riquelme alega que o pequeno prazo e a antecipação das datas da eleição – que seriam em julho -, não deram tempo hábil para conceder um planejamento e um projeto a altura que vinham trabalhando.

“Assina, portanto, a decepção que estes prazos curtos fixados pela atual Direção do Clube e pela Direção Eleitoral impeçam de apresentar oficialmente a sua candidatura e, com ela, a equipe, as propostas e o projeto em que têm vinda a trabalhar, com dedicação e seriedade”.

Riquelme preenchia todos os requisitos necessários para concorrer ao pleito, dentre eles o mais importante, responder por 15% do seu valor patrimonial.

Riquelme confirma futura candidatura

A informação inicial que Enrique decidiu não apresentar sua candidatura veio do El Confidencial. Posteriormente, o espanhol lançou um comunicado oficial em suas redes explicando os motivos da desistência. No entanto, Riquelme manifestou o desejo de um dia ainda ser presidente do Real Madrid.

“Enrique Riquelme afirma que não renuncia à sua candidatura para presidir ao Real Madrid, mas sim à praça, para a qual confirma oficialmente a intenção de se apresentar nas próximas eleições”, confirma em nota.

Florentino Pérez é considerado por vários um dos nomes mais importantes da história do Real Madrid, somando no clube mais de 1.000 partidas e 26 títulos conquistados (12 nacionais e 14 internacionais).