Equipes fazem estreia na competição nacional; saiba onde assistir Alavés e Real Madrid

Neste sábado (14), às 17h (horário de Brasília), o Real Madrid visita o Alavés pela primeira rodada da LaLiga no Mendizorrotza Stadium. Visando mais um título espanhol, os merengues buscam os três pontos para, assim, começarem bem a competição. Onde assistir Alavés e Real Madrid?

Você poderá acompanhar ao duelo pela Fox Sports, enquanto o MeuMadrid cobrirá em tempo real nas redes sociais: Instagram e Twitter.

Números

O retrospecto entre Real Madrid e Alavés é favorável para os madridistas que em 38 jogos venceram 30, empataram 3 e perderam apenas 5. Ou seja, os merengues venceram 78,9% das vezes. O último encontro terminou com vitória madrilenha por 4 a 1 fora de casa.

Carlo Ancelotti fala sobre os principais assuntos madridistas

Elenco: “Não é impossível conquistar a Champions. É um fato que outras equipas se reforçaram e que o mercado é complicado. O nosso plantel é muito forte e largo. Pode competir contra todas as equipes do mundo. Se o treinador for capaz de pôr os jogadores a renderem 100 por cento, estou certo que poderemos competir contra todos. O mercado termina dia 31 de Agosto e não posso confirmar que iremos fechar o plantel. Veremos o que acontece, mas gosto deste plantel”.

Bale: “É um grande jogador, todo mundo sabe. Pode não ter se saído bem no último período, mas a avaliação é muito boa nesses primeiros dias. Então o juiz é o campo, não o técnico. Se ele se sai bem em campo, ele vai jogar e se não, não vai jogar. Há muita competição aqui e a competição é muito boa para a motivação”.

Hazard: “Ele está pronto para jogar e tenho certeza que vai voltar à sua melhor condição”.

Mbappé: “Não gosto de falar de quem não está. Gosto muito deste plantel, porque é uma boa mistura de veteranos, jovens. Não parece correto falar daqueles que não estão”.

Odegaard: “A questão da Odegaard, como a de Vallejo, deve-se a uma circunstância do momento. Não temos prazo para registrar todos. Amanhã pode mudar. A data final é 2 de setembro. Eu disse a Odegaard que há oito jogadores em sua posição, mas não é a final. Ele teve que escolher”.