Pular para o conteúdo

Real Madrid aposta em paciência e Hazard não fará outra cirurgia

Rumores apontavam nova cirurgia em Eden Hazard, mas o Real Madrid pede paciência ao belga na sua recuperação

Eden Hazard, contratado pelo Real Madrid em 2019 por mais de 100 milhões de euros, não consegue apresentar bom futebol por uma muitas contusões. Em recuperação mais uma lesão, Hazard quase voltou à sala de cirurgia para realizar uma nova operação no tornozelo direito, que corrigiria os problemas de lesão do jogador.

O boletim médico do Real Madrid divulgado em 15 de março de 2021 apontou uma lesão no músculo do quadril direito (psoas) de Hazard, a quarta lesão muscular do jogador na temporada, algo incomum em jogadores profissionais ainda mais nesse nível. No total, o atacante belga já enfrenta sua décima lesão em menos de dois anos de Real Madrid, totalizando mais de 300 dias longe dos gramados. Por exemplo, Hazard só teve 4 lesões em 7 anos de Chelsea, com cerca de 100 dias afastado por lesão.

A frequência incomum de lesões em Hazard preocupou tanto o Real Madrid quanto a federação belga, que discordaram quanto ao tratamento que Eden deveria seguir. Os jornais espanhóis AS e Marca apontaram que o clube merengue prefere apostar em um tratamento menos agressivo através da recuperação e tratamento da lesão, enquanto a federação belga é a favor da realização de uma nova cirurgia no tornozelo direito de Hazard, que resolveria seus problemas de lesão.

Hazard passou por duas cirurgias no seu tornozelo, uma em 2017 pelo Chelsea e uma em 2020, já pelo Real Madrid. Desse modo, se voltasse a operar seu tornozelo, Hazard não voltaria a jogar nessa temporada e ainda colocaria em xeque o andamento de sua carreira.

Qual o risco da operação?

José González Pérez, ex-chefe do departamento médico do Atlético de Madrid, afirmou à rádio espanhola Onda Cero que “Se (Hazard) passar por uma terceira operação no tornozelo, pode haver a possibilidade de não voltar a jogar futebol. Hazard deve fazer pelo menos 10 treinos com a equipe. Se voltar depois de uma lesão dessa sem treinar, o mais normal é voltar a se lesionar”.

A federação belga ficou impaciente ao ver que não poderiam não ter Eden para a Euro 2021 e convenceu Hazard a operar seu tornozelo, que ainda o incomoda. Eden estava certo de que essa operação colocaria fim a seus problemas físicos. Kris Van Crombrugge, ex-chefe do departamento médico da seleção, afirmou que o melhor seria uma nova operação que deve ser feita o mais rapidamente possível.

O Real Madrid teve mais peso na decisão

O Real Madrid consultou especialistas e acredita que o melhor para Hazard seja uma recuperação focada na lesão, e que operá-lo não resolveria os problemas. No clube merengue, a ideia é que o jogador deve se recuperar física e psicologicamente sem qualquer prazo para voltar aos gramados. Hazard não voltaria a jogar futebol enquanto não se sentisse confiante 100% fisicamente para voltar a atuar pelo Real Madrid. Além da lesão muscular, o tornozelo ainda o incomoda e, mesmo que não ocorra cirurgia, ele será tratado. No fim, a decisão do Real Madrid pesou e Hazard não voltará a ser operado.

Nesta temporada, Hazard atuou em 14 dos 37 jogos dessa temporada até aqui, totalizando menos de 40% do total de jogos. Nesse ínterim, Hazard não chegou nem a completar cinco jogos seguidos com a camisa do Real Madrid. A recuperação da lesão muscular no psoas direito é estimada entre quatro a seis semanas de duração. Todavia, a política de paciência do Real Madrid no retorno de Hazard não aponta uma data certa de quando ele voltará a jogar futebol.

(Foto: Bagublanco/Shutterstock/Imago Images)