Esta terça-feira (18) ficou marcada para o Real Madrid pela apresentação de Reinier ao clube no Santiago Bernabéu. Após pisar no gramado do estádio e apresentar-se à torcida, o brasileiro foi para a sala de imprensa para dar suas primeiras palavras como jogador do clube merengue.

Primeiro dia como atleta do Real Madrid: “É o sonho de toda a minha família. Estou muito feliz em realizar um sonho”.

Apoio de Raúl (ídolo do clube e atual treinador do Castilla): “Estou muito feliz com ele, me desejou sorte. O que eu quero é jogar com o Madrid e, como dizemos no meu país, darei a minha vida por este clube”.

Ida para o Castilla: “Estou feliz com a recepção dos meus novos colegas de equipe e do Raúl (treinador da equipe). Estive com eles por pouco tempo, mas tenho certeza de que tudo ficará bem”.

Vinícius Júnior e Rodrygo: “Eles são ótimos jogadores. Ontem eu estava na casa de Vinícius, que é um grande amigo meu. Estou preparado para aproveitar as oportunidades que me darão e muito feliz pela recepção que me deram”.

Primeiro contato do Real Madrid: “Foi uma felicidade inexplicável quando meu pai me ligou no telefone durante o Mundial de Clubes. Não sabia se corria para um lado ou para o outro e comecei a chorar de alegria. É algo gigantesco. Sempre foi a minha equipe e vou dar sempre o melhor de mim”.

Paixão pelo Real Madrid: “Vi o Madrid de Cristiano Ronaldo e assisti a vídeos que me deixaram encantado com este clube. Consegui chegar aqui graças à minha família”.

Zidane: “Ele foi um grande jogador e um ídolo do clube. Eu tento aprender com todos os grandes jogadores. Sou jogador do Real Madrid. Ainda não falei com Zidane e estou à disposição do clube. Vou fazer o melhor possível”.

Pressão no Real Madrid: “Tenho certeza de que há muita pressão aqui, mas é um sonho e vou de ‘peito aberto’ para conseguir o meu sonho. Estou muito feliz com esta oportunidade “.

Estilo de jogo: “Kaká é um dos meus ídolos e tenho características de alcançar a área e finalizar. Kaká falou comigo e agradeço-o. Darei o mue melhor. Eu posso jogar em todas as posições de ataque, não tenho problemas com relação a isso”.

Infância e família: “Na apresentação, tudo que vivi na infância passou pela minha cabeça. Passei muito tempo sozinho no Rio sem minha mãe e sem minhas irmãs em busca do meu sonho. Tenho certeza de que tudo foi graças a eles”.

Foto: Getty Images Sport/Quality Sport Images