Jogando na Ciudad del Real Madrid, o Tacón perdeu pelo placar minimo para o Logroño e estacionou na nona posição na Primer Iberdrola. Jogo contou com erros da arbitragem e gol anulado que “garantiu” a derrota merengue.

Foi a terceira derrota em casa da equipe de David Aznar na temporada após uma boa sequência de jogos, com exceção da goleada para o Barcelona. Na rodada anterior a equipe havia conquistado contra o Huelva a primeira vitoria fora de casa na temporada.

O primeiro tempo terminou 0 a 0 apesar das investidas do Tacón. Yohana também teve que trabalhar fazendo boas defesas. Jakobsson desperdiçou algumas chances que mais tarde custariam caro a equipe.

No segundo tempo, aos 58, saiu o gol do Logroño. Ida Guehai colocou as visitantes na frente. Aznar mexeu na equipe colocando Ubogagu e Carballos em campo no lugar de Asllani e Lorena. Antes de sair a atacante espanhola tomou cartão amarelo e está fora da próxima partida.

Buscando o gol até o final, Tacon utilizou as três alterações e aos 80 tirou uma defensora, Esther, para colocar Jessica Martinez, atacante. Nestes mesmos minutos um lance polêmico. Após cobrança de falta de Thaísa, Peter empatou a partida mas a arbitra anulou o gol alegando falta da brasileira Daiane.

A derrota com gosto amargo deixa o Tacón estacionado na 9ª posição no Campeonato Espanhol. A próxima partida da equipe é contra o Madrid C.F., derbi da capital contra um time que vem de duas vitórias seguidas.