Vinícius Júnior brilha e Real Madrid goleia o Shakhtar Donetsk

Vinícius Júnior brilha e Real Madrid goleia o Shakhtar Donetsk

O brilho dos atacantes e a estratégia mais comedida de Carlo Ancelotti resultaram em um expressivo 5 a 0 pela terceira rodada da fase de grupos da Champions League

Após 3 jogos seguidos sem vencer, dentre eles duas derrotas para Sheriff e Espanyol, o Real Madrid voltou a vencer e goleou o Shakhtar Donetsk fora de casa por 5 a 0. O placar refletiu o completo domínio que o time espanhol apresentou durante a partida e, portanto, tira um pouco da pressão sobre a equipe, que volta a campo no domingo (24) para disputar o El Clásico. Vinícius Júnior, duas vezes, Rodrygo, Benzema e Kryvtsov (contra) marcaram os gols.

Com a nova vitória, o time merengue continua na segunda colocação no grupo com 6 pontos, 2 a frente da Inter, segunda colocada. Porém, o time merengue agora conta com a mesma pontuação do líder Sheriff, que está na liderança por causa do critério de desempate, ou seja, confronto direto. Com a derrota, o Shaktar afunda na lanterna do grupo com apenas 1 ponto conquistado em 3 rodadas.

Estratégia de Ancelotti e o bom primeiro tempo

O Real Madrid foi a campo com o que tinha de melhor, contando com a volta de Mendy na lateral esquerda; Alaba e Militão na zaga; Kroos, Modric e Casemiro no meio de campo e Vinícius e Rodrygo compondo o ataque com Benzema. Lucas Vázquez supriu a falta de Carvajal na lateral direita e Hazard foi desfalque para o ataque.

As duas derrotas para o Shakhtar Donetsk na temporada passada e os problemas defensivos que o time de Carlo Ancelotti apresenta na temporada atual fizeram com que o italiano apresentasse uma estratégia diferente. Para evitar sofrer com os poderosos contra-ataques do time ucraniano, Ancelotti apostou em uma proposta mais conservadora, e o Real Madrid pouco subiu para pressionar os zagueiros do Shakhtar. Em vez disso, a equipe partia de uma marcação de bloco médio, desse modo não deixando espaço nas costas da defesa para o Shakhtar acelerar.

A estratégia se mostrou muito útil e o Real Madrid fez um primeiro tempo muito sólido. Apresentou 56% de posse de bola na primeira etapa, deu 15 chutes (5 no gol) e sofreu apenas 1. Mendy tirou uma bola em cima da linha, mas o auxiliar já havia marcado impedimento. No entanto, o Real Madrid não criou nenhuma grande chance e 9 dos 15 chutes da equipe foram de fora da área.

O primeiro gol só viria aos 37 minutos do primeiro tempo. Lucas Vázquez tentou um lançamento longo para Benzema e o zagueiro ucraniano Serhiy Kryvtsov se antecipou e tentou o corte. Porém, ele teve azar no lance e a bola acabou encobrindo o goleiro do Shaktar, abrindo o placar para o Real Madrid.

Efetividade no segundo tempo, brilho de Vinícius Júnior e goleada

A estratégia de Ancelotti continuou no segundo tempo, e o time contou com a eficiência dos atacantes para acabar com a partida e, assim, emplacar uma goleada fora de casa. Mesmo sofrendo mais defensivamente, tomando 6 chutes e 4 no gol, o Real Madrid continuou controlando o jogo, mantendo 59% de posse de bola, marcando assim 4 gols.

Aproveitando por mais tempo a posse de bola, o Real Madrid ampliou um placar logo aos 5 minutos do segundo tempo em um gol de Vinícius Júnior. Benzema construiu a jogada pela esquerda e rolou para Modric, que deu uma assistência cirúrgica para o jovem brasileiro encobrir o goleiro e fazer o 2 a 0.

Apenas 5 minutos depois, Vinícius Júnior marcou seu segundo gol no jogo e o terceiro do Real Madrid, desse modo matando a partida. Recebendo de Benzema pela esquerda, Vinícius Júnior partiu da entrada da área, limpou 3 jogadores e em seguida bateu forte para marcar um golaço. Com esse gol, o brasileiro se tornou o quarto jogador do Real Madrid a marcar 2 gols em 5 minutos em uma partida de Champions, depois que Raúl, Cristiano Ronaldo e Sérgio Ramos fizeram o mesmo.

A goleada seria emplacada logo após os gols de Vini, aos 19 minutos do segundo tempo com um gol “brasileiro”, marcado por Rodrygo que recebeu assistência de Vinícius Júnior. A jogada novamente saiu dos pés de Benzema, que tocou para Vinícius que vinha pela esquerda e o brasileiro rolou para trás para seu compatriota Rodrygo bater com força, fazendo o quarto gol. Após esse jogo, Rodrygo agora conta com 7 gols e 5 assistências em menos de 800 minutos jogados na Champions League.

Reta final tranquila

As alterações de Ancelotti não mudaram o desenho tático nem a estratégia do time, que continuou controlando o jogo. Marcelo entrou para a saída de Mendy aos 24 minutos do segundo tempo, enquanto Modric, Kroos e Rodrygo saíram para a entrada de Camavinga, Valverde e Asensio aos 33 minutos. Jesús Vallejo substituiria Militão aos 42 minutos, já na reta final da partida. Benzema recebeu o troféu de melhor em campo, já que marcou um gol e deu uma assistência. Vinícius Júnior, com 2 gols e 1 assistência, também foi destaque.

E foi na reta final que o Real Madrid consolidou o placar de 5 a 0. Asensio cobrou o escanteio curto para Lucas Vázquez, que devolveu a bola para Asensio dar um lançamento para Benzema, que marcou seu gol no jogo. O placar elástico dá uma calmaria para o Real Madrid pouco antes do El Clásico, que pode devolver a liderança de LaLiga ao time merengue.

Ficha Técnica:

Shakter Donetsk 0×5 Real Madrid
Data: 19 de outubro de 2021, terça-feira
Local: Estádio Olímpico de Kiev, Kiev (UA)
Gols: Kryvtsov (contra) 37′; Vinícius Júnior 51′, 56′; Rodrygo 64′, Benzema 90 + 1′

Shaktar Donetks: Anatolli Trubin; Dodô, Kryvtsov, Marlon e Ismaily (Korniienko); Maycon e Alan Patrick (Stepanenko); Tetê (Marlos), Pedrinho e Solomon (Marcos Antônio); Fernando (Mudryk). Técnico: Roberto de Zerbi

Real Madrid: Courtois; Vázquez, Militão (Vallejo), Alaba e Mendy (Marcelo); Kroos (Valverde), Modric (Camavinga) e Casemiro; Vinícius, Rodrygo (Asensio) e Benzema. Técnico: Carlo Ancelotti