O treinador do Real Madrid também teceu elogios à atuação do setor ofensivo, sem deixar de criticar a falta de concentração na defesa

No retorno do Real Madrid ao Santiago Bernabéu, o time merengue venceu o Celta de Vigo por 5 a 2 de virada, em uma partida frenética com vários momentos distintos. O treinador Carlo Ancelotti, após o duelo, foi à imprensa na coletiva e elogiou a atuação ofensiva do time, mas criticou os erros defensivos. O italiano também ressaltou a sensação de voltar ao Bernabéu e a importância da torcida presente no estádio.

“Foi um jogo completo: erros, qualidade na frente, habilidade dos atacantes. A torcida nos ajudou muito, nos apoiando quando estávamos atrás no placar e por isso não perdemos a confiança. O ambiente no estádio era muito bom, e a primeira vez no Bernabéu tinha que ser assim: uma partida completa”, disse Ancelotti.

Sobre a grande atuação do setor ofensivo do time, Ancelotti afirma que “o time apresentou muita qualidade ofensiva com Karim (Benzema), com Luka (Modric), com Hazard, Vinícius, Miguel”. Em contrapartida, o treinador ressaltou que “a organização defensiva não foi clara, complicamos o jogo e viramos porque os torcedores nos empurraram”.

Ainda sobre os erros defensivos, Ancelotti disse: “Mostramos qualidade no ataque, mas precisamos absolutamente melhorar o setor defensivo. Não tivemos Alaba e Mendy, mas mesmo assim precisamos nos ajudar mais. Consertar as coisas com a bola não resolverá os problemas. Não é uma questão de qualidade, não há concentração. Precisamos nos sacrificar mais na defesa”.

Outras respostas de Ancelotti: Jogamos bem? Vinícius? E o Bernabéu?

Sobre o andamento da partida e rápida virada: “Jogamos muito bem nos primeiros 20 ou 30 minutos do primeiro tempo, mas perdemos um pouco de confiança e de controle. O intervalo nos ajudou a acertar a questão defensiva, mas ofensivamente também jogamos bem no primeiro tempo”.

A atuação de Vinícius e sua comemoração: “Vinícius é um jogador que tem uma qualidade impressionante, está jogando em altíssimo nível. Tem que continuar e nada mais. Neste momento, tem muita confiança e frieza em frente ao gol. Não vi sua comemoração, só sei que foi cercado pela torcida”.

Volta ao Bernabéu e reforma do estádio: “A sensação de voltar ao Bernabéu é ótima. Faziam 6 anos que eu não sentava neste banco, mas parece que foi ontem”, disse sobre seu retorno ao estádio do Real Madrid. “Há 15 dias, parecia impossível jogar no Bernabéu (por causa da reforma). Será o melhor estádio do mundo e o ambiente aqui foi muito bom, é um estádio muito especial para mim”, completou.