O meia Franco Cervi e o técnico Eduardo Coudet, do Celta de Vigo, lamentaram e muito a mudança no rumo da partida deste domingo (12) contra o Real Madrid. Com o resultado positivo até o primeiro minuto após o intervalo, ambos deixaram claro que a história poderia ter sido diferente.

“A verdade é que é um sentimento muito triste, porque acho que fizemos um bom primeiro tempo. Penso que tivemos oportunidades, poderíamos ter marcado mais alguns gols. Depois começamos o segundo tempo com o empate deles e aí foi um pouco difícil para nós. Temos que melhorar muitas coisas e vamos trabalhar nisso”, garantiu o meia.

Por outro lado, Coudet ressaltou que o time conseguiu incomodar o Real Madrid, embora tenha sofrido dois gols quase em sequência. “Geramos muitas situações, na primeira parte lesionamos, causamos dano, mas recebemos o gol de empate muito rápido após o intervalo”, disse.

Atrás do placar, o técnico lembrou que as coisas ficaram mais difíceis. “Depois com 3 a 2 saindo para buscar o Real Madrid aqui e ter de ceder espaços, torna-se muito difícil”, completou.

+ Ancelotti fala “partida completa” no Bernabéu

Cervi concordou com seu treinador e desta forma, sentenciou que a mudança no jogo aconteceu após sofrerem o empate. “Encontrara o gol tão rapidamente que ganharam confiança. Depois não pudemos machucá-los e eles, com a qualidade que na frente, causaram muitos danos em nós”.

Por fim, Cervi indagou que o grupo é qualificado e mesmo sem saber o que é vencer na LaLiga, precisa continuar trabalhando. “Mas olha, temos de continuar a trabalhar e penso que temos um grande grupo e vamos seguir em frente.”