Com as falhas individuais de Sergio Ramos e Benzema no Benito Villamarín na tarde deste domingo (8), o Real Madrid deixou a liderança do Campeonato Espanhol ao perder para o Betis por 2 a 1.

Os gols marcados por Sidnei e Tello garantiram o triunfo sevilhano, que mesmo com o gol marcado por Karim Benzema no final da primeira etapa, retornaram ao caminho das vitórias após sete jogos sem resultados positivos.

Na próxima rodada, o Real Madrid volta a estar presente no Santiago Bernabéu e recebe o Eibar na sexta-feira (13) pela 28° rodada da competição.

O time merengue entrou com apenas duas modificações em relação ao time que venceu o El Clásico no final de semana passado com as entradas de Militão no lugar de Carvajal e Vázquez ocupando a vaga de Isco. O indicativo é que o nível manteria, mas na prática foi tudo diferente.

Sem conseguir controlar as ações do jogo, não tendo boa conexão com a dupla Toni Kroos e Luka Modric, que foram escaladas juntas novamente, o time se desencontrava na hora de armar e defender. Tanto que Courtois, aos 37 minutos, foi responsável por uma grande defesa no chute de Fekir, que evitou o primeiro gol do Betis. Mas isso mudaria nos minutos seguintes

Depois de um jogo equilibrado e sem grandes oportunidades, as falhas individuais voltaram a aparecer nos momentos cruciais da temporada. Aos 40, Ramos tentou sair de sua área pressionado, mas acabou perdendo a posse e dando a bola de graça para Sidnei encher o pé e vencer Courtois, que ainda tocou na bola: 1 a 0.

Correndo contra o tempo, o Real Madrid se lançou ao ataque e conseguiu o empate após um bate rebate na área e a bola sobrar pra Marcelo, que na hora da finalização, foi deslocado por Sidnei na pequena área. Na cobrança, Benzema bateu no canto, Robles caiu no outro: 1 a 1.

Benzema diminuiu o placar de pênalti ainda no primeiro tempo. (Foto: Real Madrid)

O gol poderia mudar o ânimo e atitude do time na segunda etapa, mas não houve nenhuma intenção que fizesse isso acontecer. Depois de começar a ser sufocado pelo Betis, o time se perdeu e foi totalmente envolvido.

Nenhuma grande chance foi criada, mas os avanços deram conta que o gol sevilhano seria questão de tempo. Mas uma alteração feita por Zidane fez o time se soltar e ameaçar o time mandante com duas bolas seguidas no travessão. A vitória poderia vir, se não fosse os erros individuais novamente.

Aos 82, já perto da etapa final, Benzema cercado tentou inverter uma bola para Sergio Ramos, que até tentou interceptar ou chegar antes, mas não deu e deu chances para Guardado lançar Tello, que havia entrado a pouco tempo, avançar e tocar na saída de Courtois: 2 a 1 e vitória do Betis.

O novo tropeço do Real Madrid culminou na perda da liderança da competição para o Barcelona, que no sábado, bateu a Real Sociedad e subiu para o primeiro lugar da tabela e abriu novamente os dois pontos que estavam antes do El Clásico.