Toni Kroos, meio-campista do Real Madrid, abriu o jogo em um podcast do SRW Sport e comentou sobre a questão dos clubes com os salários dos jogadores durante a pandemia do COVID-19. O alemão declarou: “Uma redução de salário é como uma doação em vão. Sou a favor de que paguem o salário por completo e que cada um faça coisas sensatas com ele. Pedem a todos que ajudem onde seja necessário e há muitos lugares onde é necessário.”
Kroos comentou ainda sobre quando o futebol pode voltar e as incertezas que existem com esse período difícil: “Muitos clubes não tem renda planejada. Também depende de quanto tempo tudo vai estar parado. Se, por exemplo, o futebol voltar a jogar em maio, com certeza irão encontrar soluções. Se necessitar parar até o inverno, posso imaginar que alguns clubes não farão isso. Isso mudaria o futebol como conhecemos.”
Toni concluiu seu pensamento: “É questionável se algumas quantidades de dinheiro ainda podem ser pagas. Acredito que surgirão todos os tipos de problemas. Alguns maiores, outros menos. Talvez isto não esteja tão ruim porque tudo se colocou em um nível muito extremo.”