Segundo país com maior casos de infectados pelo COVID-19, atrás apenas da China, a Itália vive dias de aflição. Com cerca de 10 mil infectados e quase 500 vítimas, o governo decidiu nesta segunda-feira (9) restringir a circulação e determinou o fechamento do país. As partidas de futebol vinham sendo disputadas sem torcida, mas também foram suspensas, pelo menos até o dia 3 de abril.

Mas estas complicações não foram suficientes para que a UEFA suspendesse a partida entre Juventus sub-19 e Real Madrid sub-19, pela Liga dos Campeões Juvenil, desta quarta-feira (11). A partida será disputada em Turim, capital de Piemonte, vizinha à Lombardía, região mais afetada e primeira a ser colocada em quarentena.

Os planos do clube merengue são de viajar na quarta pela manhã e retornar assim que o jogo terminar. Procedimento parecido com o do time de basquete, quando venceu o Olimpia Milão na semana passada.

Outro confronto das oitavas de final a ser realizado na Velha Bota, Atalanta e Lyon também foi mantido. Ambos serão realizados com portões fechados. As competições de futebol na Espanha seguem na iminência de serem suspensas ou disputadas sem a presença dos torcedores.