Na tarde deste domingo (23), o atacante Rodrygo foi expulso durante a partida do Real Madrid Castilla e como consequência, não estará à disposição da equipe principal no duelo contra o Barcelona, no próximo domingo (1°) no Santiago Bernabéu.

O brasileiro foi expulso aos 86 minutos logo depois de marcar um belíssimo gol que decretou a vitória em cima do UD Sense por 2 a 0. Entretanto, na sua comemoração, o garoto excedeu e vibrou de forma “provocadora” na frente do goleiro, gatilho para o juiz aplicar o segundo amarelo e o vermelho.

De acordo com o regulamento da RFEF (Federação Espanhola de Futebol), no trecho do artigo 56.3 do código disciplinario, Rodrygo está suspenso da próxima partida, seja por equipes de base ou profissional.

“No caso de jogadores de futebol que possam estar alinhados estatutariamente em outras equipes da cadeia principal ou em qualquer das equipes de um clube patrocinador, o jogador sancionado não poderá intervir em nenhuma dessas equipes ou clubes, até que passe na categoria em que a referida infração foi cometida, o número de dias que a sanção merece”.

Além de Rodrygo, o Real Madrid não contará com Eden Hazard que foi diagnosticado com uma fissura na fibola da perna direita e deve ficar ausente dos gramados pelos próximos dois meses, ou até mesmo, da temporada.