FORA DE CASA, REAL MADRID EMPATA EM 1 A 1 COM TENERIFE E MANTÉM PÉSSIMO INICIO DE CAMPEONATO ESPANHOL FEMININO

Jogando nas Ilhas Canárias, frente ao Granadilla Tenerife, o Real Madrid arrancou um empate em 1 a 1 nos últimos minutos com gol de Esther Gonzalez e desvio contra.

Com o empate a equipe merengue soma o primeiro ponto no Campeonato Espanhol Feminino, muito longe das expectativas. Neste momento a equipe é a 13ª colocada na competição que conta com 16 times.

O próximo compromisso do Real Madrid é na quarta feira (29) contra a Real Sociedad, vice-líder da competição, às 14 horas no horário de Brasília.

Um Real Madrid afobado viu o Tenerife dominar o jogo

Time merengue começou a partida com passes rápidos, o que muitas vezes resultou em boas chances desperdiçadas em decisões tomadas as presas. As melhores chances vieram de Athenea e Asllani, em bolas que rapidamente chegaram ao ataque em ligações diretas da defesa. Time não ficava com a bola, ou trocava passes para encontrar um espaço. O objetivo era ir ao gol o mais rápido possível.

Passado a afobação merengue, foi a vez do Granadilla se mostrar o time da casa e crescer na partida. Pressão que teve a primeira grande chance após escanteio. A bola ficou perdida na área de defesa merengue, Koko concluiu fraco para o gol e Misa fez defesa segura no meio da meta.

De tanto pessionar, o Tenerife achou um excelente passe para Koko na grande área, a atacante dominou e bateu bem dessa vez, sem chance de defesa para Misa. Abrindo o placar e colocando o time da casa merecidamente na frente. 1×0.

Perdendo e com dificuldades de trocar mais do que dois passes, o Real Madrid que já estava com dificuldade de chegar ao gol da brasileira Aline Reis, se desesperou. A equipe não conseguiu trocar passes com qualidade, não teve a posse e viu o time da casa controlar todo o primeiro tempo, sem levar mais perigo, mas mantendo a bola em seus pés.

Asllani deixou o campo no intervalo e voltou para acompanhar a segunda etapa com gelo na coxa. Preocupação para o time merengue.
Asllani deixou o campo no intervalo e voltou para acompanhar a segunda etapa com gelo na coxa.
Preocupação para o time merengue. Foto: Reprodução Web

No segundo tempo o Real Madrid contou com uma importante baixa. Kosovare Asllani precisou deixar o campo ainda no intervalo para a entrada de Lorena. A sueca sentiu dores na coxa e precisou ser substituída.

A troca de atacantes, feita por lesão, não mudou o jogo. Assim como a postura do Real Madrid também não. Com um Tenerife que controlou as ações, a primeira melhor chance do time merengue veio aos 58 minutos em jogada de Olga que achou Lorena em um grande passe. A atacante bateu pro gol, mas Aline Reis fez boa defesa.

Tentando dar algum controle ao meio de campo do conjunto blanco, David Aznar tirou Claudia Florentino e colocou Maite Oroz em campo. A meia voltava de lesão.

O tempo foi passando e nada mudava. Mesmo precisando vencer, Aznar tirou Athenea e colocou Mooler em campo, trocando atacante por atacante. Depois mexeu novamente, tirou Lúcia e Corredera para colocar Ivana e Robles. Já sem peças no banco, técnico manteve o time na mesma formação.

Em uma jogada de bola cruzada na área, Esther acertou uma cabeçada que bateu em Collado e acabou nas redes de Aline, empatando a partida aos 82 minutos do segundo tempo. Real Madrid chegava ao empate aos trancos e barrancos,.

Após o gol a equipe merengue foi melhor. Teve uma boa chance de virar com Esther, mas a atacante teve o chute bloqueado pela defensora. E o jogo terminou assim, empatando em 1 a 1. Um prejuízo enorme para o time da casa que foi superior em boa parte da partida, e um alivio para o clube merengue que ao menos não saiu sem somar nada.