Pular para o conteúdo

Sobre a equipe, Zidane comenta: “Fisicamente estamos no limite”

Zidane mostra preocupação com a equipe e o limite físico atingido pelos seus atletas no momento crucial da temporada. A equipe com Zidane tenta conciliar disputas da LaLiga e Liga dos Campeões

Após o término da partida entre Real Madrid e Barcelona, neste sábado (10), que terminou com a vitória dos merengues por 2 a 1, Zinedine Zidane demonstrou satisfação com o resultado de sua equipe na sequência de jogos e principalmente no ‘El Clásico’. Contudo, além dos três pontos conquistados, o técnico se mostrou preocupado com o desgaste físico de seus jogadores.

“Não sei como vamos acabar a temporada, fisicamente estamos no limite”, declarou o técnico quando perguntado sobre a liderança provisória do Real Madrid.

Veja mais declarações:

Sobre a partida: “Me deixa muitas sensações boas. Começamos muito bem. A vitória foi merecida, tivemos muitas chances para marcar o terceiro gol”.

Comentários de Koeman: “A sensação é de cada um, creio que se o árbitro não apitou pênalti é porque não é pênalti. O importante é o que fizemos em campo. Sofremos porque o Barcelona é uma grande equipe. Não pode dizer que foi o árbitro.”

Plano de jogo: “Claramente colocamos um meia a mais, mas sabendo que Fede poderia ir espaço, e é o que ele fez no primeiro gol. É muito rápido, se coloca bem entre as linhas… Era o plano. No meio-campo são muito bons.”

Benzema: “É qualidade, talento… Karim tem muito talento, me alegro por ele.”

Como Zidane se sente: “Fico feliz pelos jogadores. Hoje tivemos muitas alterações. Mariano, Odriozola, Isco, Marcelo… Todos estão comprometidos, todos querem jogar. É o bom dessa equipe.”

Êxitos do treinador: “Estamos todos juntos aqui. Sou o responsável, mas fico feliz por eles. Ganhamos juntos.”

Liderança provisória: “Não muda nada. Falta muito. Temos que descansar para hoje. Foi duas partidas muito trabalhadas. Agora tem que descansar. Não sei como vamos acabar a temporada, fisicamente estamos no limite.”

Lesão de Vázquez: “Não mudamos nada. Lucas saiu por um um golpe muito forte e Odri entrou em seu lugar.”

13 partidas invictos: “Não ganhamos nada.”

Valverde: “É claro que chegamos ao limite. Foi uma partida tremenda”.

Nacho: É um jogador muito confiável, conhece a casa. Sempre está disposto a jogar quando é chamado, fez muito bem essa noite. Me alegro por eles porque é muito difícil o que estão fazendo. Aparecem jogadores que jogam pouco, mas cumprem o papel. Todos os jogadores estão bem comprometidos com o que estamos fazendo.”