O treinador do Real Madrid falou com a imprensa após a vitória de seus comandados por 1-0 no Dérbi desse sábado (01), válido pelo campeonato espanhol, no Santiago Bernabéu. Confira as declarações:

Sensações pós-jogo: “Muito feliz por todos. Estávamos procurando por isso. Tivemos uma primeira parte complicada contra um adversário que jogou um bom jogo. Jogamos melhor na segunda, com outra atitude e intensidade. A responsabilidade também é minha pelo primeiro tempo. Fui eu. ‘Não gosto de fazer mudanças no intervalo, mas algo precisava ser feito’. Eu poderia ter trocado outros dois jogadores, porque não gostava de nada. Mas não era culpa dos jogadores, era o meu problema. Tivemos que mudar um pouco e conseguimos. A segunda parte fomos melhor em tudo”.

Jogadores compromissados: “Sem a bola e com a bola, estávamos muito focados. Abrimos bem o campo, jogando rapidamente de um lado para o outro, com dois toques. O gol que fizemos, por exemplo, com o chute de Vinicius, Mendy e Karim. Fizemos rápido. Não é fácil o que esses jogadores estão fazendo. Estou feliz por eles, porque eles lutam em campo. Quando temos dificuldades, não abaixamos os braços, continuamos. É o time que temos e as pessoas que aplaudem no final é o exemplo disso”.

É futebol ou desgaste mental para o Atlético? “As duas coisas. É um time que defende muito bem, você pode dizer o que quiser. Mais agressividade e intensidade, um pouco de tudo. Em um clássico, sempre teremos dificuldades. Não existe um jogo fácil. Isso é futebol, mas no final, vencemos um jogo muito importante. Agora temos que continuar porque precisamos muito”.

O primeiro tempo: “Não foi culpa dos jogadores, mas dos meus. Troquei para Isco e Kroos, mas poderia ter sido qualquer um. Não gostei de nada. A responsabilidade é minha”.

O que você disse no intervalo? “Não vou contar o que aconteceu no vestiário, só que tivemos que fazer outras coisas. Mudamos o desenho e foi positivo para todos”.

Dupla Mendy-Vinícius: “Eles fizeram um bom trabalho. O gol já diz tudo. Lucas também se saiu bem com Carvajal. Feliz com toda a equipe”.

O Dérbi: “É especial e complicado. Custou-nos contra uma equipe que defende muito bem. Além disso, eles fizeram boas jogadas na primeira parte. Mas, no final, são três pontos”.

Um mal começo: “Foi difícil para nós entrarmos e eu sou responsável. O que precisamos fazer é mudar. É para isso que eu sou. Não gostei nada, porque parece apontar para dois jogadores. Mudamos e funcionou bem”.

Bale fora da convocatória: “Ele estava disponível e eu escolhi outro. Mas ele está envolvido e vou contar com ele até o fim”.

Carvajal e Valverde defensivamente: “Estamos indo bem na defensiva. As pessoas querem que a equipe jogue bem e lute. Nem sempre podemos fazê-lo. Isso nos custou, mas o público nos agradeceu pelo esforço e tivemos um recompensa”.

Podemos buscar um Triplete? “Estamos felizes em vencer uma partida, mas isso ainda está muito longe. Só vencemos a Supertaça”.