Ancelotti: “Vini Jr é o jogador mais desequilibrante no futebol atualmente”

Ancelotti: "Vini Jr é o jogador mais desequilibrante no futebol atualmente"

Na coletiva pré-jogo, Ancelotti elogiou Vini e declarou que o objetivo é ganhar do Sheriff e fechar o grupo

O treinador do Real Madrid, Carlo Ancelotti, respondeu as perguntas dos meios de comunicação na prévia da partida contra o Sheriff, nesta quarta-feira (24) pela quinta rodada da Champions League. O italiano encheu Vini Jr de elogios além de crer na margem de melhora do brasileiro e o foco em ganhar a partida para se classificar.

Assim, Carlo disse: “Na partida de ida não tivemos uma boa experiência contra equipe que ganhou no Bernabéu. Evitar os erros cometidos da partida de ida e tentar fazer bem o que estamos fazendo bem neste momento. Sem pressa, com máxima confiança e tranquilidade, jogar bem os 90 minutos. Nos conhecemos bem, conhecemos bem o Sheriff, eles conhecem nós, e acredito que temos que fazer uma partida completa. Decisivo? Se ganhamos, sim. O objetivo é ganhar, fechar o grupo e seguir em frente”.

Pouco depois, Ancelotti elogiou a fase de Vinícius Jr: “Pela sua maneira de jogar, eu creio que é o jogador mais desequilibrante que há no futebol neste momento. Porque não há muitos jogadores neste momento que façam as coisas que ele faz. É o que penso. Tem que melhorar porque o um contra um é importante no futebol, mas não é o mais importante. Ele tem a humildade para melhorar e para não estar feliz com o que está fazendo. Tem que aprender e creio que vai fazer, porque sua cabeça é justa, não é a cabeça de uma pessoa que pensa que já ganhou tudo. É a cabeça de um jovem que pensa que tem que melhorar”.

Confira outras declarações

Rotações: “As rotações são importantes como ideia para ter o elenco fresco e para dessa forma dar motivação a todos. Tem que ter em conta os momentos, a dinâmica da equipe. Agora temos uma boa dinâmica e nas últimas partidas não mudamos muito. Podem voltar Rodrygo e Militão, que estão descansados, mas não penso em rotações para amanhã”.

Complicado ser treinador do Real Madrid: “Não é complicado. O trabalho do treinador é complicado. Neste sentido, se tu tem que fazer uma corrida de carros, melhor ter uma Ferrari que um 500. Isto é um pouco o que sinto em treinar ao Real Madrid. A pressão, todos os treinadores tem pressão e são despedidos a cada semana. É parte de nosso trabalho, como a responsabilidade e ânimo de treinar o maior clube do mundo”.

Vestiário: “O vestiário que tenho está cheio de qualidade e personalidade, cheio de harmonia. Os jogadores se dão bem uns com os outros. É um vestiário que possui muita juventude, entusiasmo e que eu gosto de treinar porque até agora não tive nenhum problema”.

Adaptação dos jogadores para a partida: “Quem joga futebol tem que se adaptar a tudo. Este é uma partida importante para nós porque uma das partidas que perdemos na temporada foi contra o Sheriff que nos surpreendeu e gostamos de ter uma revanche cedo para tentar fazer melhor”.

Jogadores e adversário

Courtois: “Há muitos bons goleiros na Europa, isto é evidente e outros vão ser escolhidos para este prêmio, o que podemos fazer? Para nós ele é um goleiro que não nos gostaria trocar com ninguém pois temos muita confiança nele e acredito que ele tampouco quer trocar de clube. É um casamento que está bem. Não ganhou um prêmio, mas para ele acredito que é mais importante ganhar LaLiga ou uma Champions que ganhar um prêmio individual. Para nós é melhor, isto é o que pensamos”.

Isco: “Não tenho que falar com Isco porque primeiramente tenho muito carinho e segundo, creio que não é um problema se eu lhe falo aquece um pouco e ele me diz que já está aquecido, ponto. Estava pronto para entrar e entrou, não há que procurar confusão com isso. Não tenho que falar com Isco porque é um profissional sério. Está incomodado porque não joga. Sinto muito, mas ele nunca me faltou ao respeito e eu nunca faltei ao respeito com ele. A relação que temos não é somente profissional. Passamos muito tempo juntos e nos respeitamos muito”.

Tiraspol: “A viagem é longa, 4 horas, mas isso é normal. Aqui não tivemos problemas, temos um bom hotel. Estádio perfeito, gramado perfeito. Então, sem problemas. A viagem um pouco longa, mas sobre isso não podemos fazer nada. De resto, a chegada ao aeroporto e hotel foram rápidas. O estádio me surpreendeu porque é novo e ótimo”.