Pular para o conteúdo

Florentino sobre a Superliga: “Talvez os quatro primeiros de cada país”

Florentino Pérez defende projeto da Superliga e cita possíveis soluções para que o planejamento vá para frente

O atual presidente do Real Madrid, Florentino Pérez diz que tenta encontrar soluções para dar andamento a Superliga e em uma entrevista exclusiva para o diário AS, neste sábado (24), propõe uma ideia ao torneio e pensa em chamar os quatro primeiro de cada liga europeia para a nova competição.

“Mas, de qualquer forma, fizemos algo errado, vamos contornar isso e confrontar ideias. Talvez os quatro primeiros de cada país jogam seja a solução”. O mandatário merengue ainda coloca na mesa que os jovens estão perdendo interesse e abandonando o esporte.

“Não sei, mas algo precisa ser feito porque os jovens, entre 14 e 24 anos, estão abandonando o futebol porque ele os entedia diante de outras diversões de sua preferência. O futebol é o único esporte global”, complementa, aponta que existem 4 bilhões de torcedores e metade torcem pelos times que estavam na Superliga.

‘Futebol está em crise’, diz Florentino

Florentino rebateu as críticas de que a Superliga iria contra os campeonatos nacionais, mas explicou que o futebol está em crise e ferido, tendo que se adaptar a realidade.

“É que nem uma coisa, nem outra é verdade, mas tudo foi manipulado, não é um plano exclusivo nem contra as ligas. O projeto é o melhor possível e tem sido feito para ajudar o futebol a sair da crise. O futebol está seriamente prejudicado porque sua economia está afundando e temos que nos adaptar aos tempos em que vivemos”.

Pérez, além disso, menciona que a competição não vai contra os ligas nacionais. “A Superliga não vai contra [as ligas], ela tem como objetivo fazer com que mais dinheiro flua para todo o futebol, foi pensado para dar mais interesse às partes”.

Por fim, o presidente critica as mudanças da UEFA e salienta que a nova reforma não resolve os principais problemas do esporte. “Além disso, não podemos esperar até 2024”, finalizou.