Pular para o conteúdo

UEFA ameaça Real Madrid e Barça: “Se são Superliga, não jogam a Champions”

Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, dá ultimato e faz nova ameaça a clubes que ainda participam da Superliga, como Real Madrid e Barcelona

Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, voltou a fazer ameaça aos clubes que ainda fazem parte da Superliga, como Real Madrid, Barcelona, Milan e Juventus. Em entrevista à Associated Press, na última sexta-feira (23), o esloveno reivindicou as palavras ditas anteriormente de que se não abandonarem a competição, correm o risco de não participar da próxima edição da Champions League.

“É claro como água que esses clubes terão que decidir se são Superliga ou se são clubes europeus. Se dizem que são Superliga, então não jogam a Champions League, claro. Podem jogar sua própria competição se estiverem prontos para isso”, afirmou.

Ainda sobre a Superliga, Ceferin comentou a atitude dos clubes que abandonaram o projeto. “Para mim, é uma situação muito diferente entre os clubes que reconheceram o erro e deixaram o projeto. Os outros sabem que o projeto está morto, mas provavelmente não querem aceitar”.

“Nós concordamos no Comitê Executivo da UEFA em nos conectarmos com as federações de futebol, associações nacionais e ligas envolvidas”, continuou Ceferin, sobre futuras punições a quem continua, “faremos isso na próxima semana e veremos. Seria bom ver o que ligas, associações e a UEFA podem fazer. Todos enfrentarão as consequências de suas decisões e sabem disso”.

Traíram a UEFA, diz Ceferin

A princípio tudo segue em sua normalidade, com os jogos das semifinais sendo disputados nesta semana, principalmente entre Real Madrid e Chelsea. Mas, por outro lado, Ceferin se sentiu traído e disse que as pessoas estavam mentido para ele durante anos.

Apesar de rumores apontar para a exclusão dos times da Superliga, como o caso do Real Madrid, a intenção da UEFA é sancionar os clubes a partir da próxima temporada. De acordo com o presidente da UEFA, punições fariam os clubes recuar de sua decisão para continuar disputando a competição europeia.

Além disso, o presidente da LaLiga, Javier Tebas abriu um prazo de inscrição para a nova edição da Liga dos Campeões e Real Madrid e Barcelona, assim, terão que decidir se entram ou não, mas também deixa claro as ameaças feitas por Ceferin: ou Superliga ou Champions.