Real Madrid e Liverpool duelam pela vaga na semifinal da Champions. conheça alguns jogadores que atuaram pelos dois clubes ao longo da história

Real Madrid e Liverpool brigam pela vaga na semifinal da Champions League. Gigantes, somam juntos 19 troféus do torneio – 13 do Madrid e 6 dos reds. Além de compartilharem o posto de grandes vencedores da competição, os dois clubes também possuem jogadores que atuaram por ambos: enquanto alguns tiveram carreiras vitoriosas, como é o caso do volante Xabi Alonso, outros pouco conseguiram se destacar, sendo Nicolas Anelka um exemplo. Veja estes e outros exemplos de jogadores que atuaram por Real e Liverpool no histórico abaixo:

Uma legião de espanhóis

Xabi Alonso

Xabi Alonso talvez seja o jogador mais vencedor entre todos aqueles que passaram por Liverpool e Real Madrid. Considerado um dos melhores volantes da história da Espanha, o atleta fez história ao conquistar a Champions tanto pelo Real, em 2014 (mesmo não jogando na final por suspensão), como pelo Liverpool, quando sagrou-se campeão em 2005, em uma final história contra o Milan.  

Fonte: talksports.com

Morientes

Tricampeão da Champions pelo Real Madrid, Morientes chegou a fazer uma poderosa dupla de ataque com o histórico Raúl González. O centroavante espanhol viveu o auge de sua carreira ao marcar um dos gols na final de 2000, quando o Real venceu o Valência. No entanto, com o início do projeto galácticos, Morientes acabou perdendo espaço e sendo emprestado. Nesse movimento passou pelo Liverpool em 2005, onde não obteve sucesso.   

Arbeloa 

Arbeloa é mais um espanhol com passagens por Liverpool e Real Madrid. Embora não fosse um primor técnico, Álvaro Arbeloa sempre foi tido como um jogador de confiança por parte dos treinadores que o dirigiram, principalmente José Mourinho, que o elogiava seguidamente. E foi em Madrid que Arbeloa, que atuava como defensor, obteve mais sucesso ao longo da sua carreira – conquistou o bicampeonato da Champions.  

Um britânico de sucesso; outro, nem tanto

McManaman

Se Xabi Alonso pode ser considerado o mais vencedor, McManaman leva o rótulo de jogador mais querido que atuou por Real e Liverpool, afinal, o meio-campista, além do bicampeonato da Champions conquistado em Madrid (99-00, no qual marcou um golaço,  e 01-02), também se identificou muito com o clube da terra dos Beatles: não obstante ser natural de Liverpool, foi no clube da cidade que o jogador deu seus primeiros passos como atleta profissional.

Owen

Michael Owen surgiu no Liverpool em 1996 sendo tratado como uma estrela em ascensão, dado seu exímio talento. Quem não se lembra do memorável gol marcado na Copa do Mundo de 98? Nos Reds, o jogador conquistou diversos títulos nacionais, até se transferir para o galáctico Real Madrid, em 2004. No entanto, o atacante teve uma passagem frustrada pelos merengues, no qual, além de não ter levantado nenhum troféu, ficou apenas uma temporada. 

Fonte: realmadrid.com

De campeões ao ostracismo, a uma aposta sem sucesso

Jerzy Dudek

Campeão da Champions pelo Liverpool, na final de 2005 contra o Milan, o goleiro polônes entrou para a história do clube ao defender uma das cobranças finais da equipe adversária. Na temporada 2007, Dudek se transferiu para o Real Madrid, onde pouco atuou, dado a titularidade de Iker Casillas.  O jogador ficou nos blancos  até 2011, ano em que se aposentou como goleiro profissional. 

Nicolas Anelka

Um dos jogadores que mais movimentou dinheiro na história do futebol mundial, Anelka foi mais um que teve o privilégio de atuar pelos gigantes Real Madrid e Liverpool. No entanto, e como sempre ocorreu ao longo da sua carreira, Anelka teve passagens rápidas pelos clubes, embora tenha conquistado a Champions de 2000 pelo Real. 

Fonte: football.london

Nuri Sahin

Por fim, Nuri Sahin. O turco, que surgiu como uma das grandes promessas mundiais atuando pelo Borussia Dortmund, foi contratado pelo Real Madrid, em 2011, como uma aposta. No entanto, o meio campista pouco atuou sob o comando de José Mourinho, sendo emprestado ao Liverpool na temporada seguinte, onde também não obteve sucesso.