Mudança extinguirá fase de grupos da Champions League, ampliará o número de participantes e será aplicada a partir de 2024

Nesta terça-feira (10), a UEFA aprovou a mudança no formato de disputa da Champions League visando mais clubes participantes e mais datas ocupadas pela competição. Para isso, a entidade aumentou de 32 para 36 participantes na fase inicial, que terá 8 datas ao invés das tradicionais 6 rodadas da fase de grupos. Dezesseis clubes sairão classificados dessa primeira fase e o mata-mata continuará no antigo modelo, com oitavas, quartas, semi em jogos de ida e volta e final em jogo único. O formato entrará em vigor a partir da temporada 2024/2025.

A maior polêmica está centrada na primeira fase. A UEFA anunciou que a tradicional fase de grupos será extinta e substituída por uma classificação pelo Sistema Suíço. Além disso, os critérios para as 4 novas vagas tampouco foram unânimes e, portanto, também foram alvo de discussão.

As novas vagas

Visando um maior número de datas e de clubes participantes (e, portanto, mais dinheiro), a UEFA resolveu abrir quatro novas vagas na sua principal competição de clubes. A relevância da liga nacional dos clubes definirá os quatro novos participantes.

A UEFA classifica todas as ligas nacionais europeias através do Coeficiente da UEFA, métrica criada em 1979. Ele calcula a performance dos clubes de um certo país nas competições continentais da Europa (Champions, Europa e Conference League) e, assim, elenca as ligas nacionais de acordo com os resultados.

A primeira vaga irá para o terceiro colocado do quinto país no coeficiente da UEFA. Desse modo, caso a mudança começasse na atual temporada, a liga beneficiada por essa vaga seria a francesa. Um campeão nacional receberá a segunda vaga, já que os playoffs agora classificarão 5 clubes. Por fim, as últimas duas vagas virarão uma vaga extra para as duas ligas com o melhor desempenho na última edição das competições europeias. Assim, na última temporada, as ligas seriam a inglesa e a holandesa.

Fim da fase de grupos e o polêmico Sistema Suíço

A parte mais polêmica da mudança, no entanto, é a extinção da fase de grupos e a implementação do Sistema Suíço na primeira fase. Os 36 clubes não serão organizados em grupos nem jogarão todos contra todos. O novo formato apresenta apenas 8 confrontos para cada time no seguinte modelo.

Na primeira rodada, a UEFA sorteará 18 confrontos e todos os 36 times jogarão contra alguém. A partir daí, o modelo passa a ser implementado. Na segunda rodada, os times que venceram na primeira rodada enfrentarão outros times que também venceram, os times que empataram enfrentam outros que empataram, e os derrotados enfrentarão outros derrotados. A única restrição para isso é a não repetição de confrontos.

Caso aconteça apenas um empate na primeira rodada, por exemplo, a Champions bloqueará a repetição do jogo. Nesse caso, um dos times enfrentará um time vitorioso e outro, um time derrotado, através de critérios ainda não divulgados.

Da terceira rodada até a última, os pontos conquistados definirão o confronto. Desse modo, os times que conseguiram seis pontos nas duas primeiras rodadas enfrentarão outros times que conseguiram seis pontos, e assim por diante. Em caso de número ímpar de participantes com o mesmo número de pontos, os confrontos serão definidos pela proximidade de pontos e, assim, um time com seis pontos enfrentará um com quatro, por exemplo.

Ideia da UEFA, classificação para o mata-mata e mudança nas datas

A UEFA planeja, com esse modelo, concentrar os times de mesma pontuação. Desse modo, a competição contará com um número maior de confrontos diretos entre os times mais fortes da Europa, atraindo assim mais audiência. Para aumentar ainda mais a tensão nesses confrontos, o critério de desempate após o fim da fase inicial será o confronto direto.

Após o confronto direto, o critério de desempate clássico em um Sistema Suíço é a pontuação dos adversários. Assim, o time que enfrentou os adversários que mais pontuaram, ou seja, em teoria o caminho mais difícil, terá vantagem sobre os demais. Cada time fará quatro jogos em casa e quatro fora, mas sem repetir adversários.

Ao fim da fase inicial, os 8 primeiros colocados irão diretamente para as oitavas de final. Os clubes do 9º até o 24º lugar disputarão entre si as 8 vagas restantes, em duelos de ida e volta. Esse novo formato implementa uma sequência que vai de 15 a 17 jogos para os times finalistas, dependendo se eles participaram ou não da repescagem para as oitavas de final.

Por fim, a UEFA também anunciou que ambas Europa e Conference League também adotarão um sistema parecido, com 36 times participando da primeira fase. No entanto, a Europa League terá 8 confrontos como a Champions. Além disso, a UEFA anunciou que cada competição terá uma semana reservada para seus confrontos. Ou seja, não haverá mais jogos das três competições em uma mesma semana. Em contrapartida, cada uma terá sua semana isolada para a disputa de uma (ou mais) rodadas.