GARETH BALE PODE ESTAR VOLTANDO AO REAL MADRID: NOVAS LESÕES E INSATISFAÇÃO DE MOURINHO SERIAM OS PRINCIPAIS MOTIVADORES

O alívio que o clube merengue sentiu ao emprestar Gareth Bale pode não durar muito. Com criticas de Mourinho e novas lesões, o galês pode acabar voltando o Real Madrid na próxima janela, quando acaba seu contrato de empréstimo com o Tottenham.

Desempenho de Gareth Bale no Tottenham

De acordo com o jornal espanhol Marca, a passagem do galês nos Spurs não está impressionando. Bale que chegou ao clube com altas expectativas, não atendeu aos anseios do público, foram apenas quatro gols em 15 jogos disputados.

Por conta desse desempenho abaixo do esperado, o time londrino não deseja continuar com o jogador, que tem um salário faraônico. Gareth Bale recebe cerca de 34 milhões de euros (R$ 219 milhões) por temporada, valor inviável para o clube.

Situação desfavorável de Bale com José Mourinho

Além disso, o técnico do Tottenham, José Mourinho também não está contente com a permanência do jogador. O português vai dando demonstrações de impaciência para com o atacante galês.

Conforme um vídeo postado no canal oficial do Tottenham, SpursTV, o técnico português teve um dissentimento com Bale, e o responsabilizou por sua má fase: “Quer ficar aqui? Ou ir para o Real Madrid e não jogar futebol? Tenho experiência suficiente para perceber que quando um jogador não está jogando bem, é responsabilidade dele”, declarou.

problemas para o real madrid

Devido a essas situações vividas em território inglês, o destino de Bale está cada vez mais próximo ao de Madrid, trazendo consigo seus problemas atuais e os que o jogador já deixou na Espanha.

Declaradamente fora dos planos de Zinedine Zidane, a volta do galês ainda traz dificuldades maiores ao clube do que apenas ficar no banco.

Por conta da saída da Grã-Bretanha da União Europeia, o jogador que é britânico perdeu seu direito a uma vaga de residente europeu e terá que ocupar uma das limitadas vagas de extracomunitário no clube. Esta situação proíbe ao clube madridista de realizar contratações de jogadores originários de outros continentes e que não possuem passaporte europeu.

Ademais, o jogador possui o salário mais alto do clube, e não facilitará para o time madrilenho uma rescisão contratual do vínculo que vai até junho de 2022. Sendo assim, o retorno de Gareth Bale se tornará um problema tanto no campo quanto nos cofres merengues.