Pular para o conteúdo

A Ramosdependência na Champions vai afetar Zidane?

A renovação de Sergio Ramos ainda é algo indefinido, ele e o clube estão em negociação. A mídia espanhola crava a saída de Ramos indicando o fim de uma era, pois o jogador possuí exigências que o clube não pode aceitar. Enquanto isso, A ‘Ramosdependencia’ na Champions volta a ser um problema.

Como um dos maiores símbolos madridista da última década, o andaluz possuí uma enorme significância. Dentro ou fora de campo, ele é lembrado como o capitão do Real Madrid.

Certamente, é quase impossível imaginar o time sem Sergio Ramos. Nas últimas vezes que a equipe não pôde contar com ele na liga dos campeões, os resultados foram desastrosos.

Ainda assim, podemos citar as derrotas na fase de grupos nas últimas três temporadas. Contra o CSKA Moscou em 2018, Paris Saint-Germain em 2019 e na atual temporada contra o Shakthtar, o time perdeu por mais de dois gols de diferença e sem o capitão.

Nesse sentido, a A ‘Ramosdependencia’ na Champions existe.

A ‘Ramosdependencia’ na Champions

O surgimento dos problemas demonstram que Zinedine Zidane não consegue mostrar a melhor versão da equipe ao jogar na competição europeia sem o capitão.

Ainda mais, os jogadores sofreram 19 gols sem Ramos na defesa em jogos da UCL das 3 últimas temporadas. Os atuais reservas não conseguem suprir as necessidades da equipe em momentos chaves.

Caso o fim da novela Ramos seja de um rompimento com o clube, mais problemas para o treinador existirão. Não será fácil encontrar um substituto, muito menos um à sua altura.

Seja como for, Nacho e Militão são seus principais reservas. Porém, o clube visa a contratação de David Alaba que exige 10 milhões de euros anuais. Com a pandemia isso seria um problema aos caixas do clube.

Enquanto isso, momentos decisivos da temporada estão chegado. Sergio não estará em boa parte deles por conta de uma lesão no menisco interno do joelho esquerdo.

As lesões são um grande problema para o treinador. Ao que tudo indica, os últimos resultados da equipe não são o bastante para confiarmos no atual comando de Zidane.

TEM QUE VENCER TUDO PARA GANHAR ALGUMA COISA

Certamente, só a perfeição levaria a equipe a glória. É necessário ganhar todos os jogos, seja na Champions ou na liga, porém, sem Ramos tudo pode ser impossível.

A paciência pode esgotar, Zidane explodiria com a mídia, o elenco entraria em conflito, a Champions ficaria distante e a liga praticamente perdida.

O treinador possuí uma única opção, eliminar a Atalanta nas oitavas. Clube de Bérgamo está motivado a reverter o 1 a 0 no jogo de ida e não será fácil segurar o ataque novamente.

Portanto, a torcida tenta manter às esperanças. Só mais um erro de Zinedine, e tudo chega ao fim, apenas um milagre pode salvá-lo da ‘Ramosdependencia’ na Champions.