Florentino Pérez abriu o jogo sobre vários temas do Real Madrid: Champions, Mbappé, Haaland

Antes de mais nada, Florentino Pérez, presidente do Real Madrid esteve presente no programa espanhol El Chiringuito, onde analisou o momento do clube, além de casos como o de Mbappé.

Assim, iniciou a entrevista: “Tranquilo. Estou tranquilo porque disse que vinha aqui se ganhássemos a Champions e estou aqui. Nem sempre se ganha, mas ganhamos muitos anos. A partir das eliminatórias, tivemos três partidas mágicas no Bernabéu, foi uma Champions que iremos lembrar a vida toda. É preciso cumprir uma série de condições que foram cumpridas este ano, um novo treinador, novos jovens e uma atmosfera que Ancelotti diria, que tem sido um sucesso, que é que os jogadores do Real Madrid sejam madridistas e isso se nota”.

Kylian Mbappé

O Real Madrid viveu uma espécie de novela com Kylian Mbappé, todavia, o francês decidiu seguir no PSG. Dessa forma, Florentino explicou as causas.

“Seu sonho era jogar no Real Madrid, quisemos fazer em agosto do ano passado e não lhe deixaram sair, ele continuou dizendo que queria jogar no Real Madrid. Mas 15 dias antes, as conversas mudaram. Por um lado, pela pressão política e por outro lado, a pressão econômica”.

Além disso, Pérez afirmou que ficou chocado com algumas atitudes de Mbappé, como não querer participar de uma ação de patrocinador.

“Ele não quis fazer um ato de patrocínio conjunto, a mim me chocou, o futebol é um esporte coletivo, não há ninguém que possa ser diferente. E uma série de coisas, que haviam lhe oferecido ser líder da gestão do clube…”.

Confira outras declarações de Florentino Pérez sobre o caso Mbappé

Pressão: “E falamos: ‘Esse não é o Mbappé que eu queria trazer, é outro, que decidiu mudar de sonho’. É muito jovem, a pressão afeta a todos, o presidente da República lhe chama, a um garoto isso afeta, ainda que não faça muito sentido que lhe chame o presidente da França, há outros clubes ali, o presidente quer que ele prospere, mas pode prosperar em outra equipe. Zidane veio ao Madrid, Benzema é um grande. Não sei porque acontecem essas coisas”.

Mudança: “Muda, lhe oferecem outras coisas, pressionam e já é outro jogador. Não há ninguém no Real Madrid acima do clube. É um grande jogador, pode ganhar mais que os outros, mas é um esporte coletivo e temos uns valores e princípios que não podemos mudar. Tenho carinho por ele, fiz um esforço e a pressão lhe fez mudar suas circunstancias e não é fácil. Eu acredito que sua mãe queria que viesse para o Madrid pois era um sonho desde pequeno. Me dizem que a mãe ficou um pouco constrangida”.

Haaland

Outro jogador bastante especulado no Madrid foi Erling Haaland. No entanto, o atacante norueguês acabou fechando com o Manchester City.

Dessa forma, Florentino declarou: “Temos o melhor 9 do mundo e não íamos trazer Haaland para ter no banco. Cláusula daqui a dois anos? Não sei. Agora não temos mais interesse do que formar a nova equipe com os jovens que temos e mais algum reforço”.

Mercado de transferências

Visando a temporada 2022/23, o Real Madrid trouxe até aqui o zagueiro Rudiger e o meio-campista Tchouaméni. Questionado sobre o mercado de transferências, Pérez comentou que de momento o Madrid parou e aguarda por possíveis saídas.

Logo, pontuou: “De momento paramos porque não cabem mais. Agora falta todo o trabalho que é julho e agosto, ver quais jogadores saem. Asensio? O diretor esportivo é José Ángel Sánchez”.

Ancelotti

O treinador Carlo Ancelotti guiou o Real Madrid a três títulos na temporada: Supercopa da Espanha, LaLiga e Champions League. Desse modo, o presidente elogiou Carletto.

“Lhe disse obrigado por vir. O ambiente que se respira este ano é muito bom, uma grande atmosfera, um homem que trata muito bem a todos os jogadores, uma grande preparação física que corríamos mais que todos… Foi um ano marcante”.

Pouco depois, Florentino destacou a união do elenco do Madrid.

“Há um exemplo na partida contra o City e estão os veteranos fora do campo e os meninos jogando e lhe estão animando para que façam o segundo gol e essa comunhão que há entre jovens, veteranos e a torcida é uma coisa mágica”.

Veja outros tópicos da entrevista

Bale: “Foi um dos grandes jogadores do Madrid, lembrem de Kiev, Valencia, Lisboa… É um jogador espetacular e eu amei muito ele”.

Hazard: “Teve muito azar, chega e um companheiro seu de seleção lhe dá uma patada e tem as placas, agora tirou e estará melhor. Ele tem muito ânimo com essa próxima temporada. Ele tem esse desejo e temos que acreditar nele”.

Vinícius e Benzema Bola de Ouro

“Eu acredito que Vinícius vai ser Bola de Ouro, certeza, como Benzema será agora. Alguns ficaram impacientes, igual com Rodrygo e Valverde. Acredito que Rodrygo é outro que vai alucinar. Vinícius veio como um garoto de 18 anos ao Castilla. Cada ano vai melhorando”.

Por fim, para conferir mais declarações de Florentino Pérez, sigam o MeuMadrid nas redes sociais: